Lojistas protestam contra a violência e fecham comércio por 2 horasLojistas e trabalhadores do comércio em geral se uniram em ato de protesto na manhã desta quinta-feira (06), em Araripina, no Sertão de Pernambuco, para pedir mais segurança. A iniciativa foi motivada pelo alto número de assaltos que têm ocorrido na cidade. Lojistas do município fecharam seus estabelecimentos comerciais das 8h às 10h.

A concentração ocorreu, por volta das 8h, na Praça da Igreja Matriz, localizada na Avenida Antônio de Barros Muniz, no Centro da cidade. Além dos comerciantes, participaram do ato representantes municipais, estudantes e professores da rede pública, policiais militares e civis e moradores em geral.

Veja também:   Professor embala bebê para aluna assistir aula

De acordo com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e também um dos organizadores do protesto, Leandro Batista, cerca de 3 mil pessoas estavam presentes no ato.

Segundo Leandro, o objetivo da ação é chamar a atenção das autoridades estaduais para a situação de insegurança em que a cidade se encontra atualmente.”É um movimento contra a violência e uma solicitação ao Governo Estadual para melhorar o policiamento na região”, disse.