Lula lança Desenrola para MEIs e programa de crédito
Lula lança programa de acesso à internet GRATUITA para brasileiros e LISTA de contemplados foi divulgada. (Imagem: FDR)

Por Metrópoles

Em evento no Palácio do Planalto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai lançar o programa Acredita nesta segunda-feira (22/4). O objetivo é reestruturar o mercado de crédito no país.

Para isso, serão criadas linhas de crédito para setores como microempreendedores individuais e microempresas. Uma delas é o Procred 360, para microempreendedor individual (MEI) e microempresas com faturamento de até R$ 360 mil.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

Entrará no pacote também o Desenrola Pequenos Negócios, que tem como base o Desenrola Brasil. Nesse caso, a ideia é renegociar dívidas de MEIs, microempresas e empresas de pequeno porte.

Veja também:   Mais de 65,4 mil pessoas renegociaram 'Desenrola'

Desde novembro do ano passado, o governo ventilou a iniciativa, com o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, da Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin.

Do Pronampe para o Desenrola

Depois, em janeiro deste ano, o ministro do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, Márcio França confirmou que isso iria acontecer. Segundo França, do universo de 15 milhões de MEIs, 7 milhões têm dívidas com o governo.

Muitos empresários pequenos tomaram dinheiro emprestado por intermédio do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), adotado em 2020, no início da pandemia. Porém, agora ficaram inadimplentes.

Veja também:   Desenrola Brasil foi prorrogado? Ministério da Fazenda explica medida

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol de Notícias pelo Instagram (clique aqui)

Lançado em 2023, o Desenrola Brasil é o programa de renegociação de dívidas de pessoas físicas do governo federal, cujo objetivo é limpar o nome de brasileiros endividados e retomar o potencial de consumo da população. O programa, que se encerraria em dezembro do ano passado, foi estendido até maio.