Lula e governador do RS - Foto: Reprodução/Metrópoles
Lula e governador do RS – Foto: Reprodução/Metrópoles

Por Metrópoles

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou a lei para suspender o pagamento das dívidas do Rio Grande do Sul com a União por três anos. O valor do débito é de R$ 92,8 bilhões e, nesse período, os juros também não serão contabilizados.

A lei foi publicada nesta sexta-feira (17/5) no Diário Oficial da União (veja aqui) e havia sido comunicada na segunda-feira (13/5), com expectativa de livrar os cofres do estado gaúcho em R$ 11 bilhões.

Veja também:   CULTURA: Cabras de Lampião representa ST em Festival Internacional de Folclore

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

Suspensão combinada em reunião com Lula

Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), tinha chamado a dívida de “um torniquete insuportável”, em meio à crise provocada por fortes chuvas no estado.

“Diante dessa tragédia, esse pagamento da dívida se transforma em um torniquete insuportável para o estado, absolutamente insuportável.

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol de Notícias pelo Instagram (clique aqui)

Já era dramática a situação em relação à dívida”, falou, em reunião com o presidente na segunda. “Uma amarra que não permitiria o estado se reerguer”, completou.

Veja também:   Homem é morto no Ceará após admitir ser eleitor de Lula

“Não posso dizer que será suficiente essa medida, e o presidente e o ministro [Haddad] têm ciência disso. Vamos precisar de outros tantos apoios em outras tantas frentes”, avisou.