Mãe denuncia má comportamento de professora na zona rural de ST
Imagem ilustrativa

Uma mãe do Sitio Lagoinha, localizado no Distrito de Santa Rita, Zona Rural de Serra Talhada, procurou o Farol de Notícias, para cobrar melhores condições de transporte escolar para os alunos.

Segundo a dona de casa, os estudantes da Escola Municipal Enock Inácio de Oliveira, vão no mesmo veículo que os professores e por falta de assentos, eles têm que ir a pé. A mulher ainda alegou que uma professora trata mal os alunos.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

“Eles estão indo e voltando em pé. E tem uma professora que fica dizendo coisas com os alunos, que não dá a vaga dela a ‘bagaço nenhum’ e fica esculhambando os alunos. E eles são todos pequenos. Isso é errado”, contou a dona de casa.

Veja também:   Novo Enem terá questões discursivas e 2ª etapa na área escolhida pelo aluno

O OUTRO LADO: O QUE DIZ O SECRETÁRIO?

Em conversa com o Farol de Notícias, o Secretário de Educação, Edmar Júnior, informou que conversou com a mãe na Secretaria e foi identificado que as crianças estavam estudando em um local distante demais. Prontamente, os alunos foram transferidos para a Escola Neto Pereirinha, na Comunidade Malhada.

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol de Notícias pelo Instagram (clique aqui)

“Nós articulamos e foi constatado que era mais próximo ela estar aqui na sede, então essas crianças serão transferidas e terão o transporte regulamentado, o ônibus amarelo. Iremos analisar em relação ao tratamento da professora com os estudantes. Vou acionar a direção da escola para averiguar os fatos  e chamar a atenção, pois temos que tratar bem nossas crianças e adolescentes”, disse Edmar Júnior.

Veja também:   Educação: Professor rebate capoeirista e diz que vai devolver dinheiro de inscrições