Fotos: Celso Augusto/Farol de Notícias

Publicado às 18h30 desta segunda-feira (18)

No último sábado (16) um ato heroico salvou a vida de três crianças menores durante um incêndio na Rua Manoel Pereira Lins, no bairro São Cristóvão, em Serra Talhada (relembre aqui). Na manhã dessa segunda-feira (18), a reportagem do Farol de Notícias visitou o local do incêndio e conversou com a mãe que salvou as crianças da tragédia. Ela detalhou o drama que a família viveu e as dificuldades que estão passando.

A dona de casa Maria Cilene Gomes, 33 anos, é mãe de 7 filhos dependentes, a mais velha tem 18 anos, é especial, os mais novos são uma menina de 5 anos e um casal de gêmeos de 3 anos. Segundo ela, a filha de 5 anos colocou fogo num colchão no primeiro quarto, onde ficou trancada com o casal de gêmeos. Quando Cilene percebeu o que estava acontecendo, se desesperou temendo perder os filhos, mas o desespero lhe paralisou, ao contrário, fez ela agir rápido.

”Eu estava fazendo o almoço, eles entraram no quarto e ela acendeu o fósforo no colchão, não vi quando ela pegou o fósforo, não sei como acendeu. Ela fechou a porta do quarto e ficou os 3 menores lá dentro. Ela gritou: ‘mamãe, mamãe’. Ela tirou o trinco da porta, quando vi fiquei desesperada, peguei a faca e consegui abrir com a ponta. Quando cheguei lá dentro o fogo estava bem alto, tinha tomado o colchão todo e a fumaça tomado tudo. Eles estavam atrás da porta assustados”, relembrou a mãe, continuando:

”O fogo espalhou rapidinho, mas corri com eles para fora ligeiro. Acordei os outros que estavam dormindo e pedi ajuda a vizinha para gente jogar água. Ainda jogamos dois baldes, mas não adiantou, tomou tudo ligeiro. Eu fiquei louca, pensei que tinha pegado fogo nos três, porque quando entrei no quarto as chamas estavam bem grandes, até queimei uns fios de cabelo. Os bombeiros vieram rapidinho e apagaram o fogo”, concluiu Cilene.

Veja também:   Labaredas revela detalhes de show em Serra Talhada

CAMPANHA

Cilene perdeu todos os pertences que estavam nos dois quartos, roupas das crianças, documentos e parte da casa ficou deteriorada devido às chamas, principalmente nos quartos. Ela não tem condições de comprar roupas novas para os filhos e está muito preocupada porque precisa restaurar a casa para entregar ao dono, uma vez que mora de aluguel.

Todos estão alojados na cozinha da casa, local que está menos crítico, porém sem energia elétrica e dormindo num outro colchão doado por uma vizinha. Além das dificuldades oriundas do incêndio, estão passando privação de alimentação, desde a semanada passada que Cilene já buscava doação de cesta básica para alimentar os 7 filhos.

”A casa não é minha, moro de aluguel, o dono quer que eu entregue como aluguei porque não é um problema dele, Realmente ele não tem culpa,  ainda vem aqui para a gente conversar, mas eu não tenho condições de pagar a reforma porque quebrou a parede dos dois quartos, queimou umas coisas. Eu não tenho lugar para ir, não tenho parente aqui, sou de Betânia, mas morava em São Paulo.”

Quem puder ajudar Cilene com alguma doação deve entrar em contato com ela pelo telefone (87) 9 9819-8946.