Mais mulheres são vítimas de estelionato em STPublicado às 05h09 desta terça-feira (29)

Na última sexta-feira (25), pelo menos três mulheres foram vítimas de estelionato e fraude em Serra Talhada e região. O primeiro caso foi registrado por uma moradora do bairro Vila Bela, de 62 anos, que percebeu um desconto de R$ 42,47 em sua aposentadoria.

A mulher se dirigiu ao INSS para saber o que estava acontecendo e foi constatado a contratação de um empréstimo realizado na empresa de consignados Cetelem. A idosa não informou o valor total do empréstimo e nem a quantidade de parcelas.

Veja também:   Suspeito de homicídio por disputa pelo domínio do tráfico é preso

Outra serra-talhadense, de 36 anos, tentou acessar sua conta corrente através do aplicativo de celular da agência bancária e ao verificar o saldo percebeu o valor negativo de R$ 512 no pagamento de um benefício. A mulher procurou o banco, que lhe informou que o desconto se tratava de um empréstimo pessoal realizado.

Os funcionários também instruíram a mesma a ir até o INSS para pegar um relatório dos seus pagamentos e procurar a delegacia local. O terceiro caso aconteceu na quinta-feira (24), na cidade de Mirandiba, e a vítima prestou queixa na sexta (25), em Serra Talhada.

Veja também:   Moradores acreditam que incêndio foi criminoso

Uma aposentada de 62 anos, moradora do Assentamento Podrinho, foi até a agência bancária receber seu ordenado, quando o funcionário lhe informou que o dinheiro já havia sido sacado em outra agência, na cidade de Salgueiro. O valor retirado foi de R$ 723.