Manutenção da imunidade é importante para portadores de HIV

Foto: Reprodução/Canva

Por Folha de Pernambuco

Ter uma boa imunidade é crucial para todas as pessoas, mas para aquelas que vivem com o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), a importância é ainda maior. O HIV ataca o sistema imunológico, que desempenha um papel fundamental na defesa do organismo contra infecções. Manter uma boa imunidade é essencial para retardar a progressão do HIV para a AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) e para prevenir o surgimento de infecções oportunistas.

Aqui estão alguns pontos importantes relacionados à importância da imunidade, alimentação e suplementação para pessoas com HIV positivo:

Veja também:   PIS/PASEP zerado? Saiba como conferir o valor que você tem direito

Imunidade e controle do HIV:
O tratamento antirretroviral (TAR) é a principal abordagem para suprimir a replicação do vírus e preservar a função imunológica. Adotar um estilo de vida saudável, que inclua uma boa alimentação, pode auxiliar na manutenção da imunidade.

Alimentação e Nutrição:

Uma alimentação equilibrada e nutritiva é importante para todas as pessoas, mas para pessoas com HIV, pode desempenhar um papel crucial na saúde geral. Dietas ricas em vitaminas, minerais e antioxidantes ajudam a fortalecer o sistema imunológico. A ingestão adequada de proteínas é vital para peças e produção de novas células, incluindo células do sistema imunológico.

Veja também:   Colisão causa incêndio de dois caminhões na BR-232

Suplementação:
Em alguns casos, pode ser necessária uma dieta suplementar com vitaminas e minerais, especialmente se houver deficiências nutricionais. Suplementos como a vitamina D são importantes para a saúde óssea e imunidade. Suplementos de ácidos graxos ômega-3 são benéficos para a saúde cardiovascular.

Gestão do estresse:
O estresse pode afetar alterações do sistema imunológico. Estratégias de gerenciamento de estresse, como exercícios, meditação e apoio psicológico são recomendados.

Aconselhamento profissional:
Pessoas com HIV devem receber aconselhamento nutricional personalizado, levando em consideração suas necessidades individuais e condições de saúde.
É fundamental que as pessoas com HIV positivo trabalhem em estreita colaboração com profissionais de saúde, incluindo nutricionistas e médicos especializados, para desenvolver um plano de tratamento e estilo de vida que atenda às suas necessidades específicas. O acompanhamento médico regular e a adesão ao tratamento antirretroviral são elementos-chave no cuidado abrangente para pessoas vivendo com o HIV.

Veja também:   Projeto Mãe das Águas - do Agreste ao Sertão se apresenta em ST