Foto: Assessoria Márcia Conrado

Publicado às 13h45 desta segunda-feira (30)

A prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado, não escondeu a preocupação com relação a possibilidade do aumento dos casos de Covid-19 no município, em função do comportamento de alguns proprietários de bares e casas de shows neste final de semana. O governo de Pernambuco liberou apenas ‘eventos testes’ com duração até a meia noite, desde que sejam autorizados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, sendo necessário exigir a apresentação dos comprovantes do esquema vacinal completos (1º e 2ª doses da vacina contra a covid-19) e/ou dos resultados negativos dos testes para o coronavírus.

Durante entrevista a TV FAROL, nesse domingo (29), a prefeita disse que recebeu fotos que lhe deixaram muito preocupadas. “Eu fiquei muito preocupada porque ontem recebi umas fotos de uma aglomeração aqui em Serra Talhada, não em relação à Festa de Setembro, mas a gente não tem onde foi a localização, mas é uma preocupação grande porque a gente sofreu tanto um ano e seis meses, pelo que me passaram, 1.200, 1.500 pessoas. A gente fica preocupado em relação a isso, não tivemos cobrança nenhuma em relação à festa, inclusive estamos em período de calamidade até 30 de setembro”, lamentou.

Ainda durante a entrevista, Márcia Conrado foi questionada se não recebeu qualquer cobrança por não ter promovido qualquer tipo de atividade festiva. “Quando a gente acabou de ver as vítimas começou a passar uma retrospectiva nas nossas cabeças, a quantidade de famílias que nos ligavam preocupadas porque não tinham um leito de UTI, porque não tinham informações dos seus parentes que estavam internados, que não tinham uma ambulância para transferir. Tudo isso vai passando nas nossas cabeças e graças a Deus, isso tem diminuído consideravelmente. Então, a cobrança por festa não tivemos”, resumiu.

Veja também:   Brasileiro é preso em Portugal durante operação da Interpol

VEJA NO VÍDEO ABAIXO O MOMENTO EM QUE A PREFEITA FALA SOBRE O ASSUNTO