Márcia se entusiasma com inauguração do Senac em Serra Talhada

Da Assessoria

Ao lado do presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac Pernambuco, Bernardo Peixoto, a prefeita Márcia Conrado participou hoje, 23 de maio, da inauguração do novo Centro de Educação Profissional do Senac no Sertão de Itaparica, Moxotó, Pajeú e Central, em Serra Talhada. Com um investimento de mais de R$ 29,5 milhões, apoiado pelo Senac Nacional e pelo Senac Pernambuco, o novo espaço abrange aproximadamente 10.000 m², com mais de 3.000 m² de área construída, e atenderá 35 cidades na região do Sertão de Pernambuco. A capacidade anual estimada é de cerca de 2600 pessoas.

Veja também:   Vereador anuncia apoio a Márcia e deixa oposição mais fragilizada

Para a prefeita Márcia Conrado, Serra Talhada se consolida, ano após ano, como a principal cidade pólo do sertão do Pajeú. “É gratificante ver Serra Talhada atingir patamares recordes de crescimento. E a nova unidade do Senac em Serra Talhada desempenhará um papel crucial em capacitar nossa mão de obra com as habilidades necessárias para prosperar em diversos setores, fortalecendo ainda mais o crescimento econômico e a prosperidade de nossa região”, frisou a gestora.

SOBRE OS CURSOS

Com 14 ambientes educacionais equipados com instalações de ponta, o centro inclui laboratórios multifuncionais para Saúde e Bem-estar, Gestão e Tecnologia, Imagem Pessoal e Gastronomia, além de uma sala de estudo e leitura com cerca de mil itens (incluindo livros, jogos e materiais multimídia), um espaço de inovação e um auditório. O centro oferecerá programas de Aprendizagem e cursos de qualificação, aperfeiçoamento, livres, técnicos, superiores e de pós-graduação em áreas como Imagem e Beleza, Gastronomia, Ambiente e Saúde, Tecnologia da Informação, Gestão e Negócios, Segurança do Trabalho e Idiomas.

Veja também:   AFOGADOS: Prefeitura investe em qualificação profissional em parceria com o Senac

Em sintonia com as forças da economia local e as demandas do mercado de trabalho, o centro oferece cursos adaptados às necessidades da região, com planos de expandir as ofertas com base na demanda local, incluindo a potencial introdução do Ensino Médio Integrado ao Técnico (Mediotec) a partir de 2025. Além de suas ofertas educacionais, o centro abraça a identidade cultural do Nordeste, com espaços nomeados após elementos da natureza, música e cultura da região, adornados com obras de artistas e artesãos locais, incluindo xilogravuras de J. Borges e J. Miguel, obras de Gegê Pedrosa e uma estrofe da música “Orgulho de ser Nordestino” de Flávio Leandro.

Veja também:   Márcia comemora aprovação de mais uma conta pelo TCE