O presidente da Argentina, Maurício Macri, acaba de chegar ao Palácio do Planalto, onde se reunirá com o presidente Michel Temer. A reunião, com a participação de autoridades dos dois países, tem por objetivo discutir medidas que eliminem barreiras e estreitem as relações comerciais entre os países, ambos integrantes do Mercosul, bem como ampliar as parcerias com países de outros blocos comerciais, como a União Europeia.

A expectativa é de que os presidentes e suas equipes tratem de assuntos relativos a comércio e investimentos, segurança das fronteiras, integração e desenvolvimento fronteiriços, ciência e tecnologia, e defesa.

Com Produto Interno Bruto (PIB) de US$ 583,2 bilhões, a Argentina é um dos principais parceiros comerciais do Brasil. Juntos, os dois países respondem por 84% das exportações do bloco além de dois terços do PIB da América do Sul.

Após a reunião no Planalto, Macri participará de um almoço no Palácio do Itamaraty e, em seguida, será recebido no Congresso Nacional pelos presidentes das duas Casas, o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) e o deputado Ricardo Maia (DEM-RJ). De lá vai ao Supremo Tribunal Federal (STF), onde será recebido pela presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia.

Da Agência Brasil