Do G1

Foto: Leah Millis/Reuters

‘Violência nunca é aceitável’, afirmou a primeira-dama dos Estados Unidos. Ela deu suas primeiras declarações.

Melania Trump, a primeira-dama dos Estados Unidos, afirmou nesta segunda-feira (11) que está frustrada e desanimada com as pessoas que apoiam seu marido.

Sandra Cohen: Conversão de republicanos aliados de Trump é tardia O novo e polêmico papel do vice Mike Pence nos últimos dias de Trump na presidência dos EUA

Ela se pronunciou pela primeira vez sobre os incidentes da semana passada, quando apoiadores de Donald Trump invadiram o Congresso e obrigaram os parlamentares a interromper a certificação da vitória de Joe Biden. A primeira-dama aproveitou seu pronunciamento para criticar quem espalhou o que ela classificou como fofocas, ataques pessoais e acusações falsas a respeito dela. Ela não disse a quem se referia. Especula-se que seja uma ex-assistente.

Em seu texto, Melania afirma que é o momento de apaziguar o país e seus cidadãos, e não é hora de tentar obter ganhos pessoais. “Não se enganem, eu condeno totalmente a violência que aconteceu na capital do país. Violência nunca é aceitável”, disse. Ela não fez nenhum comentário sobre o fato de o marido dela ter incentivado os seus apoiadores a irem ao prédio do Congresso. Cinco pessoas, incluindo um policial, morreram.