A Polícia Federal acaba de informar que o ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato está foragido na Itália. Um delegado da polícia esteve na casa para buscar o petista e a família disse que ele já estava na Itália.

Ainda não se sabe quando e como e saiu do país. Pizzolato em cidadania italiana.

Pizzolato foi o primeiro a ter a prisão decretada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) no processo do mensalão –na sexta-feira (15). Segundo a PF, ele não frequenta o apartamento dele em Copacabana, zona sul, há dois meses.

Ele era o último a não se entregar da lista dos 12 condenados por envolvimento no esquema do mensalão que haviam tido a prisão decretada.

A Interpol está em contato com autoridades italianas. A inteligência da polícia recebeu informação de que ele teria viajado para a Itália há 45 dias.

Na última quarta (13), os ministros do STF rejeitaram por unanimidade recurso apresentado pelo ex-diretor do Banco do Brasil. Com isso, ficou mantida a pena de 12 anos e sete meses de prisão em regime fechado estabelecida pela Corte no ano passado pelos crimes de corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro.

( Folha de São Paulo )

Veja também:   Após acidente, sertaneja luta para fazer cirurgia pelo SUS há 3 anos