A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) contabilizou até agora, a entrega de 215 toneladas de milho aos agricultores de Serra Talhada e região. O milho que chegou  no dia 21 de novembro é destinado para ração animal e chegou à Capital do Xaxado com cinco meses de atraso. Entretanto, segundo o Sindicato de Trabalhadores Rurais (STR) não foi distribuído um volume ainda maior do produto devido à burocracia na realização dos cadastros.

NOVAS SACAS DE MILHO FORAM DESCARREGADAS EM GALPÃO: QUANTIDADE AUMENTOU JUNTO COM A BUROCRACIA

“As coisas ainda andam devagar. Existe muita burocracia na hora de se fazer o cadastro e até na análise do mesmo. Não era para ser assim”, lamentou Hamilton Lopes, presidente do STR. Na visão do sindicalista, se houvesse menos “papelada”, o volume de milho nas mãos dos agricultores seria bem maior. Boa parte dos produtores não acreditavam mais que o milho fosse chegar, e havia desistido de preparar a documentação. “Por isso que a liberação deveria ser facilitada”, acredita Hamilton. Na manhã desta quinta-feira (6), chegaram à Serra Talhada mais 100 toneladas do produto.

 

Veja também:   Homem espanca esposa na Enock Ignácio e é preso em ST