furacaoA tempestade mais forte a atingir o Caribe em quase uma década passou pelas Bahamas na madrugada desta quinta-feira e ganhou força à medida que avança rumo à costa sudeste dos Estados Unidos, onde milhões de moradores atenderam a alertas para viajar para o interior.

Estradas dos Estados norte-americanos da Flórida, Geórgia, Carolina do Norte e Carolina do Sul ficaram lotadas, enquanto postos de gasolina e supermercados ficaram sem suprimentos mediante a aproximação do furacão Matthew, com ventos que se aceleraram durante a madrugada para 205 km/h.

Veja também:   3ª noite de Festa da Penha foi de muito samba

O Matthew, que matou ao menos 26 pessoas e destruiu diversas moradias no sul do Haiti, deve ganhar força e passar da categoria 3 para a categoria 4 durante a rota a caminho do leste da Flórida.

A chegada ao continente está prevista para esta quinta-feira à noite, de acordo com o Centro Nacional de Furacões dos EUA, que ampliou a área sob alerta de furacões.

“Todo mundo no nosso Estado precisa se preparar agora para um impacto direto”, disse o governador da Flórida, Rick Scott, em entrevista coletiva na quarta-feira. “Se o Matthew impactar diretamente a Flórida, a destruição pode ser catastrófica e precisamos estar preparados”.

Veja também:   Família diz que negligência do Hospam causou aborto

Os quatro Estados norte-americanos no caminho do furacão declararam estado de emergência, o que permite a seus governos mobilizar a Guarda Nacional.

Da Agência Reuters