Ministro Imbassahy, do PSDB, pede demissão do governo federal

Do JC Online

De acordo com o portal UOL, a Secretaria Especial de Comunicação Social do Planalto informou que o ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy (PSDB-BA), pediu, nesta sexta-feira (8), a exoneração do cargo ao presidente da República, Michel Temer (PMDB).

A demissão ocorre um dia antes da convenção do PSDB, que deve firmar o desembarque do partido do governo.O nome do substituto do tucano ainda não foi divulgado e, segundo a Presidência, a questão será tratada posteriormente.

Ainda segundo o portal, o pedido foi formalizado por meio de carta escrita ao presidente e entregue em São Paulo, onde ambos participam de agendas públicas nesta sexta.

Veja também:   MÚSICA: Roberta Aureliano lança disco 'Nóis Canta pra Tu Dançá' em Serra Talhada

No texto, Imbassahy afirma que ter feito parte do governo peemedebista foi uma “honra” e atuar na articulação política em um período de “radicalização pós-impeachment” com divisões partidárias e dificuldades econômicas foi “um grande desafio”.

» Temer avalia ida de Imbassahy para a Transparência

Desde novembro que a demissão de Imbassahy já estava sendo cogitada. O Palácio do Planalto chegou a publicar, por engano, no Twitter um aviso de que o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) iria tomar posse da pasta que o tucano comandava.

Veja também:   ST aplicou 10.505 doses de vacina contra a covid