Publicado às 13h deste domingo (28)

Por mais que a polícia venha a combater o tráfico e a venda de drogas em Serra Talhada, os casos se multiplicam, também, na zona rural. Nessa sexta-feira (26), uma moradora do distrito de Bernardo Vieira procurou a redação do Farol para alertar sobre a existência de duas bocas de fumo chefiadas por mulheres, e diz que não há mais paz no distrito, após o surgimento do consumo e venda de entorpecentes.

“Todo mundo sabe onde e como funciona estes pontos de drogas. São duas mulheres, e porque a polícia não acaba logo com isso? Bernardo Vieira é pequeno e não é difícil de encontrar”, disse a agricultora, pedindo anonimato.

Ainda durante a entrevista, ela fez um apelo pelo retorno do destacamento policial ao distrito. “Com o posto da PM a gente se sentia mais segura, mas acabou. E como é que a gente fica?”, questionou.

MAIS DROGAS NA ZONA RURAL

Nesse sábado (27) um agricultor foi detido na zona rural de Serra Talhada com uma faca peixeira de oito polegadas na cintura. Durante a abordagem, os policiais encontraram uma porção de maconha em sua bolsa. O homem foi conduzido para a delegacia de polícia local.

Veja também:   Duque critica Câmara por obras sem fim em ST