Do Diario de Pernambuco 

Faleceu nesta sexta-feira (9), no Hospital da Restautação, Roberta da Silva, de 33 anos. Ela teve 40% do corpo queimado por um adolescente na madrugada da quarta-feira (24) no Cais de Santa Rita, no Centro do Recife, próximo ao terminal de ônibus. Roberta morreu às 9h no Hospital da Restauração, por falência renal e respiratória -esta que vinha se agravando, de acordo com a assessoria de comunicação do hospital. Ainda segundo informações da uniade de saúde, Roberta passou por um processo de hemodiálise mas não resistiu.

No dia 26 de junho, Roberta teve o braço esquerdo amputado. Quatro dia depois, na quarta-feira (30), passou por novo procedimento cirúrgico onde, depois de ser reavaliada pela equipe médica, a paciente teve parte do braço direito amputado, uma das regiões do corpo mais afetadas em decorrência das queimaduras. Ela foi entubada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e o quadro era considerado grave.

Veja também:   Marconi Santana cumpre agenda em Brasília