Do Diario de Pernambuco 
Uma motorista de aplicativo foi agredida por, no mínimo, cinco pessoas na madrugada desta segunda-feira (29), no Bairro Padre Eustáquio, Região Noroeste de Belo Horizonte. Ela, de 40 anos, recusou-se a levar quatro passageiras no veículo, fato que revoltou as clientes.
A corrida começou no Bairro Concórdia, Região Nordeste de BH, quando duas passageiras embarcaram. Durante a corrida, segundo a motorista, elas pediram que ela buscasse mais uma mulher no Bairro Padre Eustáquio.
Chegando no local, a motorista se deparou com mais duas passageiras e se recusou a levar quatro pessoas, alegando que esta é uma recomendação do próprio aplicativo que uma viagem tivesse, no máximo, três pessoas. Neste momento, as clientes se revoltaram e partiram para cima da motorista.
Começou uma série de agressões físicas, com direito à utilização de um cabo de vassoura e auxílio de um homem, conhecido das passageiras, que estava no local e tentou enforcar a motorista. Um outro motorista de aplicativo chegou ao local e tentou defender a colega de profissão como pode.
Com a confusão instaurada, a Polícia Militar chegou ao local e deu fim ao episódio, registrado em Boletim de Ocorrência. Todas as pessoas foram detidas e encaminhadas à Central de Flagrantes I (Ceflan I) da Polícia Civil, no Bairro Floresta, Região Leste de BH.
A motorista, vítima neste caso, foi atendida antes de prestar o depoimento por conta de um corte no rosto. Os agressores podem ser autuados por ameaça e agressão.