Motorista reclama de multa no Centro de ST

Foto: Arquivo/ Farol de Notícias

Publicado às 13h08 desta quinta-feira (17)

Um cidadão indignado com as práticas de multa da Zona Azul, no centro de Serra Talhada, conversou com a redação do Farol de Notícias, na manhã desta quinta-feira (17), após receber uma multa que caracterizou como “injusta”, pois não havia ultrapassado muito o limite de estacionamento. O fato ocorreu na rua Agostinho Nunes de Magalhães.

De acordo com o condutor, há uma ânsia da empresa Sinal Livre de disparar multas contra os motoristas, sem um mínimo de compreensão e tolerância.

Veja também:   Em nota, vereador esclarece motivos de não subir no mesmo palanque que Carlos Evandro

”Eu parei em frente da rua da prefeitura. Meus dez minuto de tolerância inspirou-se. Só que eu estava comprando um spray e antes de ir embora para casa, eu falei para moça da Zona Azul para ela não me autuar que eu já estava de saída. Estou errado? Estou. Eu assumo o meu erro. Já tinha passado meus dez minutos. Mas eu pedi para não me autuar, porque eu só estava comprando esse spray. Ela não contou conversa, continuou fazendo a autuação do meu veículo” relatou o motorista Leidivan, 45 anos, autônomo.

Veja também:   Centenas de mulheres foram as ruas de Buenos Aires fazem 'tetazo' a favor do topless

Segundo o condutor, ele não irá recorrer da sanção, irá pagar a multa, mas informou ao Farol que da próxima vez irá acionar a justiça contra a empresa que realiza as aplicações de multas.

“Era bom aqui em Serra ter também um advogado para isso, porque toda vez que acontecer isso aqui e a gente não tomar nenhuma atitude para resolver, isso aqui vai continuar acontecendo, não só comigo, mas com várias pessoas vai acontecer da mesma forma. Se tivesse um advogado aqui em Serra, eu não tinha vindo procurar o Farol de Noticías, eu tinha ido procurar  para resolver pra mim esse problema da Sinal Livre que está deixando muito a desejar. Não vou recorrer não. Mas na próxima vez, eu boto na justiça” finalizou Leidivan.

Veja também:   Serra Talhada bate recorde com 113 casos de Covid-19