Foto: Lidianne Andrade/Myphoto

Por G1 PE

Pessoas negras compõem mais de 65% da população de Pernambuco. Isso é o que mostram novos dados do Censo 2022, divulgados nesta sexta-feira (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As cidades com maiores percentuais de negros são Santa Maria da Boa Vista e Verdejante, no Sertão, com 85,7% e 82,9% (veja ranking mais abaixo).

Para o IBGE, as pessoas negras são aquelas que se autodeclaram pretas ou pardas. No entanto, a metodologia utilizada no Censo 2022 não considera a nomenclatura “negro” e apresenta dados específicos de pretos e pardos. Pernambuco tem 5.006.802 residentes pardos, o que equivale a 55,3% da população estadual, e 909.557 pretos, representando 10%.

Veja também:   Trio puxa desfile das lacraias em ST

Os demais pernambucanos estão divididos entre brancos, indígenas e amarelos. São 3.043.916 residentes brancos no estado, o segundo grupo étnico mais volumoso representando 33,6% da população.

Os indígenas compõem 0,9% da população, com 106.646 pessoas, e os amarelos 0,1%, com 13.225 representantes.

Censo 2022

Dados do Censo 2022 divulgados nesta sexta-feira (21) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que o número de brasileiros que se declaram pardos é maior do que o de brancos pela primeira vez desde o início da série histórica, iniciada em 1991.

A população preta também cresceu, assim como os indígenas. Enquanto aqueles que se identificam como brancos voltaram a cair, seguindo a tendência dos últimos anos. Já o percentual de amarelos caiu em relação ao Censo de 2010, mas voltou ao mesmo patamar de 30 anos atrás.

Veja também:   Desfile cívico enche Serra Talhada de cores; veja imagens

População residente por cor ou raça
Pardos: 5.006.802
Brancos: 3.043.916
Pretos: 909.557
Indígenas: 106.646
Amarelos: 13.225
Fonte: IBGE

As cidades com maior percentual de pessoas negras, autodeclaradas pretas ou pardas, são as seguintes:

Santa Maria da Boa Vista: 85,7%
Verdejante: 82,9%
Manari: 80,8%
Granito: 80,7%
Orocó: 80,6%
Belém do São Francisco: 79,6%
Itapissuma: 79,5%
Itaquitinga: 79,4%
Araçoiaba: 78,8%
Bodocó: 78,5%
As cidades com maior proporção de pessoas autodecladas brancas são as seguintes:

Frei Miguelinho: 54,3%
Solidão: 53,4%
Sairé: 49,5%
Riacho das Almas: 49%
Bezerros: 48,9%
Gravatá: 47,3%
Taquaritinga do Norte: 47,2%
São Joaquim do Monte: 47%
Camocim de São Félix: 46,1%
Surubim: 46%

Veja também:   Corpo é encontrado em decomposição

Embora não esteja entre as cidades com maior proporção de pessoas negras, esse grupo étnico também se destaca na capital pernambucana. Em números absolutos, o Recife possui a 6ª maior população preta entre as cidades do país.

Dos 1.488.920 habitantes do recife, 182.546 se declaram pretos, o que equivale a 12,3% da população recifense.

A cidade também ocupa a 9ª colocação em número de pardos, com 722.555 pessoas (48,5% da população). Há 578.413 autodeclarados brancos (38,8%), 2.703 amarelos (0,2%) e 2.656 indígenas (0,2%). Além disso, 47 pessoas tiveram cor/raça ignorada.