Nem três, nem reis, nem magos? Veja 9 curiosidades sobre Dia de Reis
Três Reis Magos – Foto: Reprodução / Uol

Do Uol

Segundo a tradição cristã, três reis magos teriam viajado do Oriente a Jerusalém, em Israel, durante o reinado de Herodes. Ali, anunciaram o nascimento de seu futuro rei, Jesus, em Belém, e seguiram uma estrela no caminho para conhecer o recém-nascido, levando como presentes ouro, incenso e mirra.

A passagem dos magos está presente no “Evangelho de Mateus”, um dos textos sagrados que compõe o “Novo Testamento” da “Bíblia”. Porém, os detalhes não são apresentados na escritura religiosa.

Quantos reis?

A Bíblia não diz quantos magos procuraram por Jesus, nem que eles eram reis. O Evangelho de Mateus relata: “eis que vieram do oriente a Jerusalém uns mago que perguntavam: Onde está aquele que é nascido rei dos judeus? Pois do oriente vimos a sua estrela e viemos adorá-lo.”

Veja também:   Confira a previsão de hoje (18/12) para seu signo

Eles eram mágicos?

Na época, o termo mago não se aplicava somente à magia, mas também à astrologia e ao conhecimento em geral. Assim, os três – ou mais, ou menos – magos, podem ter sido astrólogos ou astrônomos, já que seguiam uma estrela, ou pessoas de grande sabedoria.

Presentes
Segundo o relato de Mateus, os magos ofereceram como dádivas ao menino Jesus seus tesouros: ouro, incenso e a resina da árvore de mirra, usada em embalsamentos. Por isso, em muitos países, como Espanha, México e Uruguai, existe a tradição de se presentear as crianças no dia 6 de janeiro, dedicado aos Reis Magos, e não no Natal.

Veja também:   PE abre 3,5 mil vagas para cursos de línguas estrangeiras

6 de janeiro

O Dia de Reis, 6 de janeiro, não representa o dia em que os magos chegaram a Belém para conhecer o filho de Maria e José, mas, sim, a própria data de nascimento de Jesus. Essa data foi respeitada até o século 5º, quando a igreja dominou o Império Romano e passou a usar o dia 25 de dezembro, antes dedicado a uma festa pagã para o Sol, para simbolizar o nascimento de Jesus.