Neymar auxiliou Daniel Alves em processo com dinheiro e advogado

Do Diario de PE

Com julgamento previsto para o início de fevereiro, o ex-jogador Daniel Alves segue preso no Centro Penitenciário Brians, em Barcelona, acusado de estuprar uma mulher em uma boate de Barcelona em dezembro de 2022. Preso desde janeiro do ano passado, o ex-Barcelona teria recebido ajuda financeira e jurídica de seu amigo e ex-parceiro de Seleção Brasileira, Neymar. A informação é do portal Uol.

Segundo a reportagem, três fontes teriam confirmado que o atacante do Al-Hilal teria dado suporte financeiro para Daniel, ajudando a custear a sua defesa. A transferência dos valores teria sido feita pelo pai de Neymar, que teria pago uma multa de cerca de 150 mil euros (R$ 800 mil), para reduzir uma possível pena do ex-lateral em caso de condenação.
Outro momento em que Neymar e seu pai teriam auxiliado o ex-colega de Barcelona teria ocorrido de forma mais direta, quando Daniel acabou escolhendo Gustavo Xisto como seu procurador. Gustavo é um dos representantes jurídicos mais antigos ligados ao pai de Neymar.
Veja também:   'O infarto em mulheres, mesmo jovens, tem aumentado'