Do NE10-Interior

FOTO: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil Economia

O pagamento de junho do Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família, continua nesta terça-feira (28). O valor mínimo mensal das parcelas é de R$ 400, mas pode aumentar para R$ 600 ou até R$ 1.100 se a família tiver direito a parcelas extras.

Em junho, o benefício virá com aumento por causa do Auxílio Gás, ou vale gás, que é pago a cada dois meses. Será depositado 50% do preço médio nacional do botijão de 13kg para famílias que têm direito.

QUEM PODE RECEBER AUXÍLIO BRASIL?

É necessário que a família:

Tenha e comprove renda mensal por pessoa de até R$ 105 (extrema pobreza), ou entre R$ 105,01 e R$ 210 (linha da pobreza);
Tenha algum membro com uma das condições: gestantes, mães que amamentam, crianças, adolescentes ou jovens entre 0 e 21 anos incompletos.

TABELA DE PARCELAS EXTRAS DO AUXÍLIO BRASIL/BOLSA FAMÍLIA

Confira a tabela de parcelas extras do benefício. Algumas famílias podem receber, por exemplo, o Auxílio Inclusão Produtiva Urbana, que adiciona um valor de R$ 200 à parcela se um dos membros estiver trabalhando de carteira assinada.

O valor do Auxílio pode subir para R$ 600.

QUEM RECEBE AUXÍLIO BRASIL HOJE, TERÇA, 28/06?

Recebem o Auxílio Brasil nesta terça-feira (28), os beneficiários com NIS terminado em 8.

CALENDÁRIO AUXÍLIO BRASIL BOLSA FAMÍLIA JUNHO 2022

NIS terminado em 1 – recebe 17 de junho
NIS terminado em 2 – recebe 20 de junho
NIS terminado em 3 – recebe 21 de junho
NIS terminado em 4 – recebe 22 de junho
NIS terminado em 5 – recebe 23 de junho
NIS terminado em 6 – recebe 24 de junho
NIS terminado em 7 – recebe 27 de junho
NIS terminado em 8 – recebe 28 de junho
NIS terminado em 9 – recebe 29 de junho
NIS terminado em 0 – recebe 30 de junho

Veja também:   Cachorros invadem bairro de ST e atacam moradores