Mais uma obra paralisada em ST causa expectativa

Prevista para ser entregue em agosto de 2015, a paralisação das obras de uma quadra poliesportiva no Mutirão, bairro de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da cidade, tem sido novo motivo de frustração para os moradores, que agora convivem com mais uma triste realidade: a localidade está marcada por obras inacabadas tanto por parte da prefeitura, como do governo do Estado [saiba mais].

Em entrevista à TV Asa Branca, o secretário de Obras de Serra Talhada, Cristiano Menezes, reconheceu o cenário de atraso alegando que a prefeitura espera o repasse de verbas do governo federal. Menezes estimou, no entanto, que a obra finalmente seja concluída no próximo mês de março. Atualmente, apenas uma estrutura metálica foi fincada ao chão dando a impressão de que o projeto parou no tempo. O mato vem tomando conta do local.

Veja também:   Berguinho e Denilson acertam rescisão

“A obra lá da quadra, da cobertura, da reforma do piso e a criação de arquibancadas é de responsabilidade do município. É um convênio com o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) e houve essa paralisação por questões de fluxo de caixa… Entre Ministério (da Educação) e município para continuar a obra lá. Eu acredito que até o final de março a gente conclui e possa entregar”, assegurou Cristiano Menezes [veja a entrevista na íntegra].

A quadra poliesportiva da escola Vicente Inácio de Oliveira está avaliada em R$ 214.308,87. Além desse bairro, a prefeitura tem recebido cobranças para a retomada das obras da UPA 24h no bairro Ipsep [veja aqui].

Veja também:   ST recebe mais de 290 novas doses de CoronaVac

Morador do Mutirão diante a triste realidade do bairro: obras do município e estado compõem cenário de abandono na localidade

Mais uma obra paralisada em ST causa expectativa