Mãe do empresário Eugênio Marinho (In Memorian)
Mãe do empresário Eugênio Marinho (In Memorian)

Por Eugênio Marinho, empresário de Serra Talhada

Acordamos  todos os dias do mesmo jeito? Claro que não. Parece até que existe vários  Eu, dentro de cada um de nós? Quantos Eu, existem em nós durante nossas vidas? Inúmeros e muitas vezes diferentes de pessoa para pessoa. No começo, um, Eu, totalmente dependente. Alguns anos depois um, Eu, dependente, mas que já dá sinais claros de querer a liberdade.

O tempo passa e surge um, Eu, cheio de conflitos, dúvidas, decorrentes das transformações hormonais, das decisões pessoais que devem ser tomadas e da interação com outras pessoas. E assim seguimos a vida, vivendo cada dia sobre a predominância de um, Eu, que deixamos dá rumo a ela.

Veja também:   Ataque do Boko Haram deixa ao menos 65 mortos

Hoje, dia das mães, certamente, você deve está sobre a influência de um destes seus, Eu. Particularmente, estou sobre a influência do, Eu, nostalgia, e por isto posso afirmar a qualquer um destes possíveis, Eu, que possa está no comando de sua vida hoje, que se você tem alguém que trata com o mesmo carinho todos estes seus possíveis, Eu, por mais difíceis que eles possam parecer, aproveite, esta é uma experiência única.

Por mais difícil que seja, todos os dias da vida deveríamos deixar o nosso, Eu, gratidão, especificamente, para lidar com a nossa mãe. Aos que não conseguem ser assim, pelo menos hoje, deixe seu, Eu, racional, agradecer a ela por ter lhe dado o seu maior bem, a vida.

Veja também:   Número de civis mortos sobe para 227 na Ucrânia, além de 525 feridos

Feliz dia das mães a todas as mulheres que embora tendo também diariamente seus vários, Eu, nos tratam por toda vida com apenas um, Eu: Eu te amo meu filho.