DSC_0016gilson pereiraPor Gilson Pereira, advogado e vereador de Serra Talhada

Na agenda 22 do PR, neste sábado (21), assisti e vi na prática o início do meu sonho, ver um político cumprindo o que prometeu com interação do povo. Denunciando, expressando seus desejos, falando do lixo, da saúde, reivindicando barreiros, poços e dizendo da alegria de ver água e ver realizada a construção do asfalto que liga o Distrito de Bernardo Vieira a Serra Talhada. Fomos ao Juazeirinho, Riacho do Janico apresentar a ordem de serviço num empreendimento fenomenal. Mais de 30 anos de promessa, uma passagem molhada afim da passagem dos estudantes de Calumbi para irem as escolas. Escoamento de mercadoria realizando um sonho antes prometido por vários ‘São Severinos’ do ramo da política.

Visto que ali, época de inverno ficam impedidos pelas águas do Pajeú. Demais disso, fomos ao Riacho do Mirador em Santa Rita apresentar outra ordem de serviço de outra passagem molhada de grande porte. Assistimos nestes locais a ação e trabalho através da presença do criador secretário Sebastião Oliveira, sem demagogia, sem dramatização, simplesmente cumprindo as promessas de campanha. Coisa inusitada de forma clara e transparente, dando exemplo da boa aplicação do dinheiro público na realização de obras que servirão a uma região com a verdade na frente. Para mim, a maior felicidade é falar de homem de bem, como este cidadão, aliás, figura rara neste país. Na minha fala fugi um pouco da agenda 22, falando dos bilhões jogados fora, enquanto aqui faltam carros pipas para atender o agricultor, onde o programa, às vezes, serve apenas para atender os apaniguados na sua maioria.

Sei que, às vezes, falo demais, porém não me preocupo com cigarras e candinhas que somente fazem barulhos para agradar o chefe sem a verdade política. O povo de Bernardo Vieira e demais locais acima em comento, agradece e espera em breve o início das obras em destaque. E quem não gostar como eu sou, brigue com Jesus. Não gosto das astúcias da raposa, muito menos dos arrufos dos leões que balança rabo mole. Obrigado, Sebastião Oliveira. Político que Pernambuco precisa. Obrigado, Governador Paulo Câmara. Por sua postura de simplicidade, autoridade que temos orgulho. Espero que este país melhore, trancando os ratos nos seus devidos lugares e o Brasil melhore, o senhor possa sair desta crise e fazer um dos melhores governos de Pernambuco. Espero que priorize os excluídos sociais, o agricultor vilipendiado nos seus direitos, a saúde, o social, a geração de empregos, a educação.

Veja também:   Moradores alertam para carro de luxo abandonado

Pois, quem dá cinquenta reais a nação e leva mais de R$ 30 bilhões de presente a países estrangeiros, é diferentes do nosso PT de 1975 que hoje é um cadáver e um sepulcro caiado. Com exceções que tem cara de gato, bigode de gato, orelha de gato, mais não é gato e sim um amontoado de operários da ruína. Na cúpula, cada um levando seu pedaço, porém perdoável por Lúcifer, porque de forma vergonhosa, justificando: “Eu não sabia de nada” tudo artistas de amnésia preparada, ímprobos, larápios do colarinho branco, com rabo de macaco ladrão de bananas do povo de nossa terra, com suas exceções. Repito, muitos fazendo negociatas no Congresso Nacional, comprando deputados e senadores, muitos deles, canalhas, vendilhões do templo, sem postura, caráter e dignidade. Só Deus proverá.

Parabéns, Sebastião Oliveira! Por não ser político que só aparece em época de campanha. Presente Farol de Notícias cobertura fenomenal. Não jogo confete. Falo do homem como ele é. Na hora que Luciano pagar as dívidas dos servidores efetivos, contratados, transportes e demais, irei aplaudir. Tenho pena dos detefons, incrédulos que botam gosto ruim em tudo. Os cegos que não querem ver. A raposa e as uvas. Não pode pegar, mais diz: estão podres.

O sonho virou realidade. Hoje com diz o poeta: “A vida é como um palco. Você afasta as cortinas e vê os dramas, as lutas e os conflitos se misturam de forma diferente, caminhamos a bastante tempo entre espinhos, promessas vãs da construção da estrada de Bernardo Vieira. Por mais de quarenta anos. Finalmente, agora temos a realidade e o sentido da vida. A ordem de serviço realizada, licitação garantida. Promessa de político cumprida, não mais se trata de um sonho de uma noite de verão. Se cumpre o Eclesiastes III: Tudo tem seu dia e seu tempo.

Veja também:   Secretário quer ambulantes nas calçadas