Os debates na Câmara Municipal de Serra Talhada (CMST) estão cada vez mais quentes e sintonizados com as eleições de outubro próximo. Oposição e governo fazem debatem acalorados, cada um fazendo a defesa dos seus propósitos, ‘martelando’ nas falhas do outro.

Na sessão da última terça-feira, foi curioso a ‘dobradinha’ entre o líder do governo Márcia Conrado, Gin Oliveira, e o vereador neo-petista, Rosimério de Cuca. Ausente, Vandinho da Saúde não pôde fazer a réplica. Mas, na opinião de Rosimério, a oposição não age com boa fé quando critica o governo, porque não lembra das falhas do governo do então prefeito Luciano Duque.

Veja também:   PRECAUÇÃO: PT decide não fazer defesa pública de José Dirceu, preso na Lava Jato

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

“Nem uma vez ele [Luciano Duque] citou que foi o governo Carlos Evandro que deixou alguma coisa. Isso se chama, que a oposição torce pelo quanto pior, melhor. Não vejo ninguém da oposição chegar no bairro Ipsep e dizer que aqui foi o ex-prefeito Carlos Evandro que fez. Ora, isso não existe, só em Serra Talhada mesmo, torcer pelo quanto pior melhor”, cravou o parlamentar de Caiçarinha da Penha.

Veja também:   Kaio Maniçoba fala sobre Luciano Duque