Do NE 10

Um homem foi preso pela polícia suspeito de estuprar e queimar uma mulher com quem supostamente mantinha um relacionamento extraconjugal.

O caso aconteceu na cidade de Belford Roxo, no Rio de Janeiro. Para se livrar do corpo da vítima, o homem, que é dono de uma padaria, teria utilizado o forno do estabelecimento.

À polícia, o suspeito, identificado como Edimar Coelho de Paula Muniz, disse que matou Yamin Reis, de 28 anos, depois que ela ameaçou contar para sua esposa sobre a relação dos dois.

Yamin teve o corpo incendiado depois de ser enforcada pelo homem até desmaiar. Os dois mantinham uma relação fora do casamento de Edimar.

Após ficar desacordada, a vítima despertou com o calor das chamas, conseguiu fugir e pediu ajuda para vizinhos.

No entanto, apesar de conseguir se livrar do homem, a jovem teve 80% do corpo queimado e não resistiu aos ferimentos.

Ela foi internada em um hospital especializado em queimaduras, mas faleceu depois de 15 dias depois devido a extensão dos ferimentos.

Veja também:   Corpo exposto na rua reacende dilema em ST