Padre acusado de traficar viagra é afastado na Espanha
Viagra – Foto: Divulgação/Pfizer

Da Folha de PE

Um padre foi afastado de suas funções em Don Benito, na Espanha, após ser acusado pela Justiça em um caso de tráfico do estimulante sexual masculino viagra.

O sacerdote da cidade de 35.000 habitantes na região de Estremadura, foi preso na segunda-feira “por suposto tráfico de substâncias entorpecentes”, admitiu, em nota, a diocese de Plasencia, à qual pertence a paróquia onde atua.

Após a detenção, foi colocado em “em liberdade provisória” pelo juiz de instrução, informou a diocese, que expressou sua “dor e consternação pelo sofrimento e escândalo” provocados.

Veja também:   Trump na ONU: 'o futuro pertence aos patriotas'

Enquanto aguarda o “esclarecimento” sobre o que aconteceu, a diocese considerou “conveniente, neste momento, afastá-lo temporariamente do exercício público do ministério e de seu ofício de pároco”.

Segundo a imprensa espanhola, o padre se dedicava ao tráfico de viagra e produtos afrodisíacos com um homem apontado como seu amante, que também foi detido durante a operação policial, e desde então está em prisão preventiva.

Os dois homens, investigados por vários meses, utilizavam um apartamento alugado pelo padre para armazenar estes produtos, segundo o jornal El Español, que informa que a notícia causou “incredulidade” entre os paroquianos.

Veja também:   Sport chega ao seu 13º camisa 10 nos últimos anos