Países da África Ocidental condenam ameaça de julgamento contra presidente deposto do Níger

Foto: Tele Sahel/AFP

Por Folha de Pernambuco 

A Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (Cedeao) condenou nesta segunda-feira (14) a ameaça dos militares que tomaram o poder no Níger de iniciar um processo judicial contra o presidente deposto Mohamed Bazoum.

“A Cedeao condena esta medida, que considera uma nova provocação, e que contradiz a vontade declarada pelas autoridades militares de restaurar a ordem constitucional por vias pacíficas”, disse a Cedeao em nota.

Os líderes do golpe que derrubou Bazoum anunciaram na noite de domingo que o presidente seria julgado por “alta traição” e por “minar a segurança” nacional.

Veja também:   Hospam, em ST, vive crise no atendimento à Covid

A Cedeao acrescentou que havia recebido a notícia do julgamento com “espanto”.

Bazoum, de 63 anos, e sua família estão retidos na residência presidencial desde o golpe em 26 de julho. A comunidade internacional tem mostrado inquietação pelas condições em que se encontram em detenção.