professoras

Os professores do estado e os representantes do Sintepe em Serra Talhada estão firmes no enfrentamento ao governo do Estado, que se recusa negociar com a categoria enquanto os servidores permanecerem paralisados. Na Capital do Xaxado, 80% das escolas estão paralisadas e 20% voltaram total ou parcialmente as aulas, segundo o Sintepe regional.

Em conversa com o FAROL, a professora e suplente regional do Sintepe, Patrícia Oliveira, informou que estão organizando uma passeata e equipes de professores estão indo as escolas fazer panfletagem em escolas estaduais e conversar com os docentes que pensam em voltar as atividades. O Sintepe, juntamente com os professores da cidade, está organizando um ato público em Serra Talhada, nesta quarta-feira (22), às 8h.

“Nós sairemos da frente do Solidônio Leite e vamos sair em passeata até o coreto na Praça Sérgio Magalhães. Gostaríamos de convidar a todos para apoiar essa causa que não é só dos professores do estado, mas da educação, do trabalhador brasileiro e dos serratalhadenses”, disse a professora, relacionando os atos nacionais com a discussão da categoria no Estado.

“Precisamos de todos os cidadãos, todos os trabalhadores, porque no cenário nacional temos uma lei federal em trâmite, a 4.330/04 para terceirizar os trabalhadores e a Constituição Federal nos encobre no direito de ter seu emprego garantido via concurso público. A nossa resistência é para que o Estado não continue o projeto de acabar com o plano de cargos e carreiras, acabar com o nosso piso salarial e garantir concursos. Por isso chamamos todos a vir a rua conosco nesta quarta-feira”.

Veja também:   ST tem escolas premiadas no Criança Alfabetizada