A  pesquisa realizada pelo Instituto Opine, entre os dias  1, 2 e 3 de abril  afasta o favoristismo do ex-prefeito Geni Pereira  (sem partido) frente ao pleito muncipal de 2012.  Pereira aparece com 33% das intenções de votos, seguido por Luciano Duque (PMDB) com 20%, Sebastião Oliveira (15%), Augusto César (PTB) 8% e Ronaldo Melo (PSB) 3%.

Somados os índices dos adversários de Geni, chega-se ao universo de 46% dos entrevistados que não votam no ex-prefeito. Por outro lado, segundo os números do Opine, que ouviu 400 pessoas, inclusive na zona rural, o ex-cabeça-vermelha aparece com o maior índice de rejeição com 13%. Ou seja, é o candidato que o eleitor não vota por motivo algum.
 
O caldo desse “angú” poderá engrossar caso o deputado Sebastião Oliveira decida entrar na disputa pela prefeitura. Os números mostram uma ascensão do deputado que pontua com 44% caso Geni Pereira saia do embate.  Se confirmado, será uma rasteira tremenda nos 12 pré-candidatos que já anunciaram suas intenções. Um outro lado da história é que Sebastião já anunciou que pretende se candidatar em 2014 à Câmara Federal. Trocando em miúdos, será que o deputado vai utilizar a prefeitura apenas como trampolim para alcançar os seus objetivos?  

Veja também:   Marília amplia vantagem e Danilo não decola

Mas a grande surpresa vem do Movimento Cidadania Consciente (MCC) na pessoa de Marquinhos Dantas (PSC), que empata com o velho cacique Augusto César e, num cenário extra, os números indicam que o radialista anda na cola do petebista. A pesquisa mostra baixos índices de rejeição em relação a Marquihos Dantas. ” Recebo estes números com muita satisfação. É fruto do trabalho que a gente vem fazendo e nos dá incentivo para continuar. Aproveito para externar a minha gratidão ao MCC que vem realiazndo um debate democrático”, afirmou.

Os números também dão fôlego ao vice-prefeito Luciano Duque, que numa outra pesquisa, do Instituto Múltipla, chega a bater o ex-prefeito Geni Pereira nas intenções de voto. Mesmo faltando pouco mais de um ano para o dia “D” eleitoral, é visível que teremos uma eleição com lances emocionantes.

Veja também:   Lula declara R$ 7,4 milhões em bens ao Tribunal Superior Eleitoral