Pessoa mais idosa do Japão morre aos 116 anos

Foto: hiroyoshumura/reprodução x

Por Folha de Pernambuco

A pessoa mais velha do Japão morreu nesta terça-feira (12), aos 116 anos, anunciaram as autoridades da cidade japonesa onde faleceu esta mulher que viveu duas guerras mundiais.

Nascida em 1907, Fusa Tatsumi teve três filhos com seu marido, um agricultor, perto de Osaka (oeste do Japão), informou o canal de televisão local MBS, que transmitiu imagens da anciã em sua cadeira de rodas durante seu último aniversário, em abril deste ano.

Veja também:   Pai de Robert Downey Jr. morre aos 85 anos nos Estados Unidos

“Tatsumi morreu na terça-feira, aos 116 anos de idade”, confirmou à AFP um vereador da cidade de Kashiwara, no departamento de Osaka.

“Lembro-me de que a senhora Fusa Tatsumi estava bem”, disse na rede social X o governador de Osaka, Hirofumi Yoshimura, que a viu durante uma festa em setembro para celebrar sua longevidade.

O Japão é o segundo país com maior número de pessoas longevas, atrás de Mônaco, com mais de 47.000 centenários.

Fusa Tatsumi se tornou a pessoa mais velha do arquipélago após a morte, no ano passado, de Kane Tanaka, aos 119 anos. Esta última foi reconhecida em abril de 2022 pelo Livro Guinness dos Recordes como a decana da humanidade.

Veja também:   Cuba decreta luto por morte de 108 pessoas

Atualmente, este “título” pertence à espanhola María Branyas, nascida nos Estados Unidos, que completará 117 anos no dia 4 de março de 2024.