Da Metrópoles

Foto: Reprodução

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) prendeu o jovem suspeito de matar a facadas um estudante de 24 anos em Ceilândia Norte. O crime ocorreu em 16 de março, na QNN 37. O suspeito, identificado como Gabriel Santos da Silva, 23, esfaqueou Gabriel Gomes Barbosa depois de tentar roubar a bicicleta em que o estudante andava. A vítima ainda tentou fugir pedalando, mas não resistiu aos ferimentos e morreu alguns metros à frente.

O jovem foi detido na noite dessa terça-feira (26/4), por volta das 23h, no Sol Nascente. Uma equipe do Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) o abordou quando averiguava um roubo ocorrido na QCS 2, no Conjunto D. Gabriel Santos da Silva e o comparsa são suspeitos de assaltar vítimas na região.

Latrocínio

Procurado por assassinar o estudante Gabriel Gomes , em Ceilândia Norte, Gabriel Santos acumulava diversas passagens pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). Entre elas furto, posse de drogas e roubo, delito no qual chegou a ser preso, em 2017.

O caso segue em investigação pela 19ª Delegacia de PolíciaDivulgação/PCDFGabriel (foto acima) chegou a pedalar por mais alguns metros depois de levar o golpe, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no localReprodução/Instagram

O suspeito esfaqueou o estudante na barriga ao tentar roubar a bicicleta da vítima. O jovem ainda tentou fugir pedalando, mas não resistiu aos ferimentos.

Câmeras de segurança de prédios próximos ao local flagraram o momento do crime. Nas imagens, a vítima passa de bicicleta e o assassino a persegue, com arma em punho. Segundos depois, o suspeito retorna e foge sem levar a bike de Gabriel. O criminoso será indiciado por latrocínio (roubo com morte).

A coluna Na Mira apurou que Gabriel foi abordado pelo assassino quando havia deixado a casa da mãe e seguia para Centro de Ensino nº 7, onde estudava.

Veja também:   Vereador da oposição é recebido com festa por Márcia Conrado

Apuração

Segundo o delegado adjunto da 19ª DP, Thiago Peralva, a vítima estava distraída quando foi abordada pelo criminoso. “Gabriel estava com fones de ouvido e seguia da casa da mãe para a escola onde estudava. O autor do crime queria levar a mochila e a bicicleta da vítima. Durante o assalto, Gabriel acabou sendo esfaqueado na barriga”, detalhou.