estaçãoMais um capítulo da briga que vem sendo travada entre a prefeitura e um serratalhadense que se diz proprietário de uma faixa de terra na Estação do Forró, no bairro São Cristóvão, se repetiu nessa terça-feira (14).

A Juíza Larissa da Costa Barreto, da 1º Vara Cível, concedeu liminar ao governo Duque reintegrando ao município toda a área cercada desde a semana passada. A prefeitura alega que o espaço é da União e o município possui a concessão. No final da tarde, policiais militares e guardas municipais derrubaram as cercas de arame farpados colocadas por Cícero Nunes, que se diz tataraneto de Agostinho Nunes Magalhães, fundador de Serra Talhada. Ele reagiu.

Veja também:   Missa de 7º dia de Pedrinho em Serra Talhada

“Esta decisão foi arbitrária e vou agora até as últimas consequências. Vou recorrer ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) e vou acionar a Corregedoria de Justiça. Nunca vi uma decisão sair tão rápido. Na liminar, foi colocado que a Estação do Forró foi cercada. Eu não fiz isso. Estamos em áreas remanescentes. Agora, a prefeitura quer se apossar de uma área particular”, disparou Cícero Nunes, mostrando que a disputa está apenas começando.