Vereador repudia práticas na briga pela PMSTPostado às 18h50 desta sexta (28)

Confirmando que seu nome está na briga, dentre 15 postulantes do grupo governista, rumo às eleições 2020, o vereador Zé Raimundo alfinetou certas práticas que, segundo ele, não compartilha frente à atitude de alguns de seus aliados e postulantes da oposição na corrida à prefeitura.

Dentre essas, Zé chegou a insinuar que alguns estão partindo até para manipulação de enquetes. Falando ao programa Frequência Democrática, nesta sexta-feira (28), na rádio Vilabela FM, o parlamentar justificou um certo silêncio de sua parte por discordar, justamente, “de como algumas candidaturas estão sendo postas. Quer seja dentro do grupo [de Luciano], quer seja fora”.

Veja também:   Britânicos criticam custo do funeral de Elizabeth II em meio à crise econômica

“Eu não boto carro de som, eu não peço ninguém para ficar ligando para enquetes [de rádio]… Vou continuar trabalhando, juntar a experiência que eu tenho e mostrar para algumas comunidades que nós podemos mudar a realidade deles, e na gestão daqui [da cidade] discutir os problemas com a sociedade. Se em julho eu gozar da confiança do prefeito, tiver o apoio do grupo e acima de tudo da população, estarei candidato”, disse Zé Raimundo, reforçando:

“Eu respeito as práticas que os outros estão usando, mas eu não usarei as mesmas práticas… A minha vai ser da postura da verdade. Do olhar no olho. A minha diferença é não copiar ninguém, eu sou eu autêntico que sou”.

Veja também:   Adolescentes denunciam estupro coletivo em Recife

ALFINETADAVereador repudia práticas na briga pela PMST

O vereador sinalizou que alguns postulantes estão tentando até mudar de caráter para se saírem bem em pesquisas.

“Hoje [dia 28] eu estou assumindo de fato a minha pré-candidatura e cada um tem uma forma diferente de fazer [seu jogo]. E vou fazer diferente da formas que os outros estão fazendo, porque sei que eu, seja pré-candidato, não candidato ou prefeito, serei a mesma pessoa. Eu não vou mudar a minha forma de ser para agradar o momento ou até para se alavancar numa pesquisa”, alfinetou.

Veja também:   Aprendizado em matemática é baixo em PE