Do G1 Caruaru e Região

A Procuradoria-Geral de Justiça de Pernambuco (PGJ-PE), do Ministério Público estadual (MPPE), pediu esclarecimentos ao prefeito de Belo Jardim, Gilvandro Estrela (DEM), por ele incentivar “a liberação do funcionamento do comércio” em um vídeo que circula nas redes sociais, indo contra o decreto estadual, que determinou período de quarentena até 28 de março.

“Tendo em vista o conteúdo do vídeo divulgado e a representação feita pelo promotor de justiça da promotoria de Belo Jardim, a Procuradoria-Geral imediatamente notificou o gestor municipal para que ele preste esclarecimentos em até 24h, alertando que o descumprimento das medidas estaduais e federais podem repercutir em infrações descritas no Código Penal”, pontuou o PGJ.

A Procuradoria-Geral advertiu que a gestão municipal deve cumprir as normas sanitárias federal e estadual, com o objetivo de combater o coronavírus.

Por meio de nota, a assessoria de comunicação da prefeitura destacou que “a atual gestão vem cumprindo todos os protocolos sanitários da pandemia e as determinações do Governo do Estado e priorizando o atendimento aos pacientes com a Covid-19”.