Do Diario de Pernambuco
O Comitê do Prêmio Pulitzer concedeu uma “menção especial” nesta sexta-feira (11) para a adolescente cujo vídeo da prisão e assassinato do afro-americano George Floyd por um policial gerou protestos em todo o mundo contra a violência racista.
Darnella Frazier, de 17 anos, foi homenageada na cerimônia em que anunciaram os prestigiosos prêmios de jornalismo de 2021 por seu “corajoso” relato sobre o assassinato de Floyd em maio de 2020 por um policial de Minneapolis.