Publicando às 18h desta segunda (21)

O programa Falando Francamente, na TV FAROL no YouTube, conversou nesta segunda-feira (21), com o presidente do Sintest (Sindicatos dos Trabalhadores em Educação de Serra Talhada), Júnior Morares. Nos últimos dias, a instituição vem recebendo ataques de próprios associados que reclamam que o Sintest estaria sendo omisso diante a demora do governo Márcia Conrado em conceder o aumento de 33% no piso dos professores municipais. Hoje, pela manhã, professores protestaram com faixas em frente à Prefeitura e levaram o seu grito contra o Sintest que, na opinião de alguns dos manifestantes, “está calado e não fazendo nada” para não desagradar a gestão [saiba mais clicando aqui e aqui].

“Eu me surpreendo né, Veraluza [uma das organizadoras do protesto], professora, eu admiro ela demais, é uma militante histórica dos movimentos sindicais, ela está filiada ao Sintest, ela é da gente… E ela tem um canal aberto com a gente, neste sentido. Esses movimentos no sindicato nós já vínhamos colocando desde novembro [den 2021], nossa pauta é um pouco mais externa do que somente a questão do reajuste para o piso. Nós na verdade aprovamos em assembleia que o rejuste de 33,24% é para toda categoria, igualitário a todos os servidores e dentre outras pautas que temos”, disse Júnior Moraes. Ele detalhou que o Sintest se prepara para convocar uma assembleia para ampliar a discussão em torno do reajuste e também sobre outras pautas consideradas importantes para o sindicato.

CONSELHO VAI SE REUNIR E CHAMAR ASSEMBLEIA

“Nesse ponto específico de reajuste, a gente aguardou o máximo possível do município porque o município encaminhou ao conselho a prestação de contas final na quinta-feira ou sexta-feira agora, da semana passada. E amanhã [terça, 22] o conselho está se reunindo para dar um parecer se concorda com as contas ou não. A gente não poderia fazer algum tipo de manifestação sem ter documento na mão, porque o município não fez nenhuma contraproposta para a gente. Nós só vamos de fato nos manifestar quando estivermos com documentos em mão. E mais tardar na próxima semana vamos convocar uma assembleia do Sintest, vamos mobilizar todos os filiados que queiram discutir a educação em Serra Talhada e para discutir não somente a questão do reajuste”.

Veja também:   Márcia já fala de Festa de Setembro: 'Ficará na história'

VEJA A ENTREVISTA COMPLETA DE JÚNIOR MORAES NA TV FAROL

ACOMPANHE MAIS O CASO

Protesto dos professores em ST também acontece contra sindicato

Professores protestam em frente da Prefeitura de ST por reajuste