Da Folha de PE

Um homem foi preso em flagrante, na terça-feira (10), em uma residência do bairro de Caixa D’agua, em Olinda, Região Metropolitana do Recife, suspeito de decapitar e enterrar o corpo da tia no bairro de Dois Unidos, na Zona Norte do Recife. A cabeça da mulher ainda não foi localizada.

A vítima é a dona de casa Elsa Maria da Silva, de 62 anos. O corpo dela foi encontrado por familiares, em estado de decomposição, na última sexta-feira (6), dentro da própria residência.

Segundo o delegado Luiz Alberto Braga, responsável pelas investigações, o suspeito Rafael Mário de Melo, de 38 anos, era usuário de drogas, vivia em situação de rua e estava bebendo em um bar com Elsa na última vez em que ela foi vista com vida.

“Ele teria uma mágoa da tia. A informação de testemunhas é que a vítima, que morava sozinha, já teria dado abrigo a ele por um tempo, mas expulsou o sobrinho de casa após ele tentar estuprá-la”, afirmou o delegado.

O homem já havia sido preso pelos crimes de tráfico de drogas e roubo, e estava em liberdade desde julho de 2019. Ele nega ter matado a mulher. A polícia aguarda resultado da perícia realizada no corpo para entender como ocorreu a dinâmica do crime.

“Testemunhas viram ele com um saco de nylon. O homem teria informado que havia matado um cara e que estava carregando a cabeça e perguntou para uma das testemunhas se ela queria ver. A pessoa ficou assustada e disse que não”, informou o delegado.

Na residência onde Rafael foi preso, a polícia encontrou um saco de nylon vazio, estopas com restos de sangue, além de dois facões, uma bolsa e sandálias que pertenciam à vítima.

Veja também:   Dois policias rodoviários federais são mortos a tiros por pedestre

A cabeça degolada ainda não foi encontrada. De acordo com o delegado Luiz Alberto, testemunhas afirmam terem visto o suspeito queimando um material em um terreno baldio no bairro de Caixa D’agua.