Reajuste dos professores de ST ainda sem acordoPublicado às 04h30 desta terça-feira (24)

O projeto de lei enviado pelo prefeito Luciano Duque que reajusta os salário dos professores de Serra Talhada, ainda não foi votado pela Câmara de Vereadores porque aguarda um acordo que está sendo alinhavado pelo Sindicatos dos Trabalhadores na Educação (Sintest) e o governo municipal.

A afirmação é do vereador Sinézio Rodrigues, do PT, que na tribuna, nessa segunda-feira (23), respondeu a uma provocação do líder da oposição Antonio de Antenor.

O governo Duque ofereceu um reajuste à categoria que não foi considerado satisfatório.

Veja também:   Agricultor morre ao perder controle de trator que caiu em ribanceira

“Estamos ajustando o fechamento do acordo, se não for feito o acordo, não votaremos o projeto como se encontra. Queremos algo que beneficie a categoria e contemple o governo”, disse Rodrigues, que costuma submeter as propostas à aprovação da categoria.

Ainda não há previsão de data para votação do projeto.