Publicado às 05h37 desta segunda-feira (180

Após 12 anos defendendo as bandeiras do Partido Socialista Brasileiro (PSB) o vereador Bruno Marreca, do município de Salgueiro, Sertão Central, foi expulso da legenda na última quarta-feira (13) após anunciar apoio à pre-candidatura de Marília Arraes.

De acordo com o blog Sertão Central, A sua carta de expulsão, contudo, já estava pronta um dia antes dele oficializar o apoio à neta de Arraes, data do dia 12. Fontes seguras de dentro do partido relataram que líderes do PSB já estavam desconfiados de que o vereador poderia seguir outro caminho e, por represália, já teriam mandado preparar a carta de expulsão com antecedência.

Veja também:   Pronaf disponibilizará R$ 60 bi para financiar Plano Safra 2022/23

Em contato com o Blog Sertão Central, o vereador Bruno Marreca, um dos parlamentares mais atuantes do município, disse que nunca iria contra seus princípios e que sua luta é por melhores condições para o povo sertanejo.  Ele lamentou a decisão do partido, que milita e defende desde 2012, mas que não apoiaria um candidato que não acredita ser bom para o Estado e, principalmente, para o Sertão.

EM SERRA TALHADA

Já em Serra Talhada, o PSB atua como legenda figurativa. O partido já teve seu bons tempos na capital do xaxado, inclusive com vereadores atuantes na Câmara Municipal, tendo ficado sob o comando de nomes como o ex-prefeito Carlos Evandro. mas perdeu forças, e encolheu. A missão de tirar a legenda das cinzas é do dentista Breno Araújo, esposo da prefeita Márcia Conrado, que assumiu como presidente.