Do g1 Mundo

Foto: Mikhail Metzel/Pool via Reuters

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou um decreto que simplifica a aquisição de cidadania russa para os moradores das regiões de Zaporizhzhia e Kherson, na Ucrânia. As informações são da agência de notícias russa RIA.

Esse decreto já estava em vigor para quem vivia nas regiões de Donetsk e Luhansk e foi ampliado para novos territórios que estão parcialmente dominados por exércitos russos.

Kherson foi a primeira cidade ocupada pelos russos, em 3 de março, após o início da ofensiva contra a Ucrânia em 24 de fevereiro. Lá o exército instaurou um governo local paralelo, colocando um prefeito não-eleito e pró-Rússia para administrar a cidade. O rublo, moeda russa, se tornou uma das moedas oficiais da cidade.

Um levantamento realizado por um dos principais institutos de pesquisa da Ucrânia apontou que 82% dos moradores do país são contra a cessão de qualquer parte do seu território como parte de um eventual acordo de paz com a Rússia, mesmo que isso prolongue a guerra e ofereça riscos à sua independência.

Veja também:   Moradora se revolta com lamaçal no bairro Ipsep, em ST