Do g1

Foto: Kirill KUDRYAVTSEV / AFP

O chefe da Inteligência da Ucrânia disse que o presidente russo, Vladimir Putin, foi alvo de um atentado “malsucedido” durante viagem para o Cáucaso, há dois meses.

O incidente, que não teve registro algum, teria ocorrido já após o início da guerra na Ucrânia, disse Kyrylo Budanov em entrevista ao jornal ucraniano “Ukrainska Pravda”.

“Houve uma tentativa de assassinar Putin”, disse à publicação nesta segunda-feira (23).
“Ele até foi atacado, segundo representantes do Cáucaso, não muito tempo atrás”, afirmou o funcionário da Defesa da Ucrânia. “Esta é uma informação que não é pública. Foi uma tentativa absolutamente mal sucedida, mas realmente aconteceu. Foi há cerca de 2 meses.”

A região do Cáucaso, que fica entre a Europa oriental e a Ásia ocidental, inclui territórios de Armênia, Azerbaijão, Geórgia e partes do Sul da Rússia.

“Repito, esta tentativa não foi bem sucedida. Não houve publicidade sobre este evento, mas aconteceu”, sustentou Budanov.
Até a última atualização desta reportagem, o Kremlin não comentou sobre as alegações da Defesa ucraniana.

Veja também:   Garota de PE ganha Miss Universo Pré-Teen