Da ISTOÉ

Um helicóptero que transportava o comandante do Estado-Maior indiano, o general Bipin Rawat, caiu nesta quarta-feira (8) no estado de Tamil Nadu (sul) e pelo menos três pessoas morreram, anunciaram os serviços de resgate.

“Um helicóptero Mi-17V5 do exército indiano com o chefe do Estado-Maior da Defesa a bordo, o general Bipin Rawat, teve um acidente hoje perto de Coonoor, em Tamil Nadu”, afirmou a Força Aérea indiana em uma mensagem no Twitter.

“Há três ou quatro feridos no local do acidente, mas não sabemos a identidade das vítimas fatais”, declarou à AFP uma fonte dos bombeiros de Coonoor.

O general, de 63 anos, seguia com a mulher e outros oficiais para a Escola do Estado-Maior da Defesa, informou uma fonte militar à AFP.

Vídeos exibidos por canais de notícias indianos mostram um incêndio no local do acidente, uma floresta próxima da universidade do distrito de Nilgiris.

A imprensa indiana informou que o helicóptero decolou da Estação da Força Aérea de Sulur durante a tarde de quarta-feira e alguns passageiros foram internados em hospitais.

A Força Aérea iniciou uma investigação sobre o acidente.

Bipin Rawat, de 63 anos (considerado próximo ao primeiro-ministro Narendra Modi), é o principal comandante da Defesa, chefe do Estado-Maior, cargo que governo indiano criou em 2019.

Rawat vem de uma família com uma tradição militar de várias gerações a serviço do exército indiano.

Ele está no exército há quatro décadas e comandou as forças na parte indiana da Caxemira e ao longo da “Linha de Controle Real” na fronteira com a China.

Também lutou contra os insurgentes do nordeste da Índia e supervisionou uma operação de contrainsurgência na fronteira com Mianmar.