Os tumores malignos de cabeça e pescoço correspondem a 3% de todos os tipos de câncer, de acordo com o Instituto Vencer o Câncer. O deputado estadual Rogério Leão propôs incluir o Dia Estadual de Combate e Conscientização do Câncer de Cabeça e Pescoço no calendário oficial de eventos e datas comemorativas de Pernambuco.

A iniciativa foi aprovada por unanimidade na Assembleia Legislativa de Pernambuco e o dia 27 de Julho será dedicado a reflexão, ao combate e a conscientização do câncer de cabeça e pescoço (AC). A Lei que inclui a data e altera o Calendário do Estado foi publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (10).

Com o intuito de estimular a prevenção deste tipo de câncer, é celebrado, no dia 27 de julho, o Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço. Em 2017, a Associação de Câncer de Boca e Garganta lançou a campanha Julho Verde. Durante todo o mês, diversas ações são promovidas por instituições em todo o país e agora com a iniciativa do deputado estadual Rogério Leão, Pernambuco deve propagar e conscientizar o combate contra este tipo de câncer.

DADOS SOBRE AC

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), estima-se que cerca de 15 mil novos casos de câncer de cavidade oral surjam por ano no Brasil, sendo 80% em homens e caracterizando-se como o quinto tumor de maior incidência no país no ranking geral. Para o câncer de laringe, estima-se 8 mil novos casos, sendo que 97% dos diagnósticos são provenientes do tabagismo.

O levantamento do Inca aponta também que o câncer de boca, laringe é hoje o segundo mais frequente entre os homens, atrás somente do câncer de próstata. Nas mulheres, a reincidência maior é do câncer da tireoide, sendo o quinto mais comum entre elas.

Veja também:   Familiares pedem doações de sangue para forrozeiro de ST