Santa Cruz vence Globo-RN e lidera Grupo 3 da Série D

Foto: Evelyn Victoria/SCFC

Por Folha de Pernambuco

Com vitória e liderança. Assim, os mais de 11 mil tricolores que foram ao Arruda vão dormir na noite desta quarta-feira (14). Em confronto válido pela 8ª rodada da Série D, o Tricolor voltou a derrotar o Globo-RN, desta vez em jogo realizado no Recife. Sem dificuldades, o clube pernambucano venceu a equipe potiguar, por 3×0, e contou com o tropeço do Pacajus para assumir o primeiro lugar do Grupo 3 da competição nacional. Enquanto a Cobra Coral chegou aos 17 pontos, os cearenses estacionaram nos 14, ao serem batidos pelo Nacional de Patos, na Paraíba.

Apesar da forte chuva que caiu durante o dia na Região Metropolitana do Recife, o gramado do Arruda estava em excelentes condições para receber o confronto entre Santa e Globo. Entretanto, com a bola rolando, o Tricolor voltou a apresentar as velhas limitações que têm incomodado a torcida, apesar da campanha regular na Série D. Foram dez finalizações corais na primeira etapa, onde pelo menos metade reais de serem convertidas em gols diante de um frágil adversário.

Veja também:   Pais processam próprio filho por ainda não ter gerado neto

Com cinco minutos, Fabrício, duas vezes, e Pingo já haviam desperdiçado duas boas chegadas. No entanto, foi dos pés de Emerson Galego que a torcida soltou o primeiro grito de “uh” mais forte. Aos 30 minutos, o camisa 11 acertou o poste direito de Luiz Henrique. Apenas se defendendo, o Globo quase complicou a vida do Santa na bola parada. Em cobrança de falta, Erick acertou a trave de Michael, deixando o Arruda em silêncio, aos 40. Já na reta final, foi a vez de Pipico perder grande oportunidade, ao receber grande passe de Galego e cabecear sobre o goleiro rival. Em seguida, foi a vez de Yan Oliveira obrigar o arqueiro potiguar a salvar os visitantes.

Veja também:   Pablo Neruda volta a ser enterrado em Isla Negra 3 anos após exumação

A falta de efetividade nos chutes, fez a torcida presente no Arruda chamar o técnico Felipe Conceição de “burro” na descida para os vestiários, além de pedir a entrada de Chiquinho em campo. Na volta do intervalo, assim fez o treinador. Contudo, ao retornar sem Pipico para a entrada do camisa 10, as reclamações da torcida voltaram a dar o tom nas arquibancadas.

Com o jogo em andamento, não demorou para o atleta pedido pela torcida aparecer. Após tentar deixar sua marca, Chiquinho foi decisivo como garçom. Aos nove minutos, recebeu na área e ajeitou para Emerson Galego fazer o quarto gol nos últimos cinco jogos. À frente no placar, o Santa evitava se expor, e foi cirúrgico no fim para garantir os três pontos. Primeiro, em bela cobrança de falta, Yan Oliveira acertou o ângulo de Luiz Henrique, aos 47. Em seguida, foi a vez de Miullen receber de Galego e também deixar sua marca.

Veja também:   Partido comemora filiação do filho de ex-vereador de ST e garante que vai conquistar 2 cadeiras na CMST

Ficha do jogo

Santa Cruz 3
Michael; Rhuan Rodrigues (Léo Fernandes), Eduardo Guedes, Yan Oliveira e Marcus Vinícius (Ítalo Silva); Emerson Souza, Fabrício (Wagninho) e Pingo (Miullen); Lucas Silva, Pipico (Chiquinho) e Emerson Galego. Técnico: Felipe Conceição.

Globo 0
Luiz Henrique; Renê, Raniery, Alberto e Pedro (Luiz Felipe); Luan (Kaká), Vinícius (Lipe) e Peu; João Vitor (Lucas), Erick e Gleydson. Técnico: André Caldas.

Estádio: Arruda (Recife/PE)
Árbitro: Fernando Henrique de Medeiros Miranda (SC).
Assistentes: Victor Matheus de Lavor Paes Barreto e Dhiego Cavalcanti Pereira
Gols: Emerson Galego, aos 9′, e Yan Oliveira, aos 47′, e Miullen, aos 49′ do 2T (STA)
Cartões amarelos: Marcus Vinícius, Emerson Galego, Rhuan Rodrigues (STA); Victor, Luan, Raniery (GLO)
Público: 11.268 torcedores
Renda: R$ 230.286,00