sebastiãoO deputado federal licenciado, Sebastião Oliveira (PR), que lidera a oposição ao governo Luciano Duque em Serra Talhada, confirmou que já está montando uma campanha de filiações e fortalecimento do Partido da República (PR) para combater a estratégia de cooptações do prefeito petista. Durante entrevista a rádio Líder do Vale Fm, o deputado se empolgou e disse que a legenda vai conquistar a prefeitura nas eleições de 2016.

“Convido as pessoas que confiaram na gente nas últimas eleições, que se filiem ao Partido da República. Porque nós vamos dirigir essa cidade a partir de 2017, dia 1º de janeiro de 2017 e com muito carinho, respeito e esmero. Com modelo de gestão baseado no modelo que foi criado pelo nosso saudoso Eduardo Campos. E tenho certeza que nós vamos dar continuidade a partir de 2017”, disse Sebastião Oliveira, aproveitando para fazer uma convocação.

Veja também:   Sebastião inicia 'guerra' contra Fake News: 'Fui o mais investigado'

“Eu conclamo os homens que pensam no futuro de Serra Talhada, a se filiarem ao Partido da República, firmes de que essa grande batalha é uma luta boa. É o bom combate de ver nossa cidade uma das maiores cidades de Pernambuco”.

“NÃO FAÇO PROMESSA ELEITOREIRA”

Durante a entrevista, Sebastião Oliveira ratificou que a obra de reconstrução do terminal rodoviário terá início este mês e rebateu as críticas de que estava agindo de forma eleitoreira em função das eleições de 2016.

“A eleição só começa em julho. Nós vamos entregar antes da eleição para que ninguém diga que isso é uma obra eleitoreira como todo mundo pensa”, disse Oliveira, aproveitando para ‘alfinetar’ o prefeito Luciano Duque e os petistas.

Veja também:   Trump pode ser acusado por traição e espionagem contra os EUA

“Eu acho que quando a gente não tem obra para mostrar, ou quando a gente não tem obras com recursos próprios, a gente fica falando que tudo é eleitoreiro. Eu quero ser chamado de eleitoreiro por mudar o asfalto da Malhada, por construir a estrada para Bernardo Vieira, a rodovia, por construir um terminal rodoviário novo”, disse ‘Sebá’, arrematando:

“Pode me chamar de eleitoreiro, porque na minha consciência eu estou cumprindo com os compromissos que os eleitores serratalhadenses me incumbiram de fazer e que eu preciso entregar essas encomendas à população de Serra Talhada. Já que outras pessoas não entregam, o nosso grupo precisa entregar”, finalizou.