Sebastião garante que não traiu eleitores e diz que trouxe muitas obras para Serra TalhadaO deputado federal licenciado e secretário de Transportes de Pernambuco, Sebastião Oliveira, fez um balanço das suas ações durante entrevista a uma emissora de rádio, nessa quarta-feira (14), e respondendo a uma provocação de um ouvinte, justificou porque escolheu se manter como secretário e não deputado federal. ‘Sebá’ rebateu o discurso de que teria traído a cidade por não permanecer em Brasília.

“Eu estou servindo mais a Serra Talhada na Secretaria de Transportes, do que na Câmara dos Deputados. Metade dessas obras que estão acontecendo em Serra Talhada não estariam acontecendo caso estivesse em Brasília. Eu não trai Serra Talhada e nem os meus eleitores porque optei em ficar nos Transportes. Quem diz o contrário é porque é comissionado de Duque… quem tem alguma coisa dentro da prefeitura, e eu respeito”, afirmou Oliveira. Sebastião Oliveira fez questão de elencar ainda uma série de obras que estão em curso no município, em função do seu trabalho como secretário de Transportes.

Veja também:   Colisão dois irmãos no Sertão do Pajeú

“Dos 18.399 votos que recebi em Serra talhada se sentem contemplados quando eu faço a estruturação do aeroporto, as passagens molhadas, a entrada do bairro Vila Bela. Se sentem contemplados com a estrada de Santa Rita, o abastecimento do Assentamento Virgolino Ferreira que a gente concluiu, com a obra de Varzinha, com a estrada de Bernardo Vieira, com as inúmeras perfurações de poços. Isso não é traição”, declarou Oliveira, arrematando:

“Se fosse, Danilo Cabral não teria assumido o governo. Traição seria se tivesse sido eleito pela Frente Popular e fosse escolhido ministro da Dilma. Então, seria traidor. Trabalhar por Paulo Câmara e ter a honra de fazer parte do seu governo não é traição, é honra para Serra Talhada”.

Veja também:   Após tentar fugir da Polícia Rodoviária, homem é detido com moto roubada em Floresta