Com Foto e informações da Assessoria

Publicado às 06h50 deste sábado (17)

Na manhã da última quinta-feira (15), o Centro de Atendimento Educacional Especializado – CAEE da Secretaria Municipal de Educação de Serra Talhada recebeu a enfermeira Mayk Rodrigues, da Secretaria Municipal de Saúde, para elaborar as orientações do retorno das aulas presenciais dos alunos com deficiência, especificamente para crianças que precisam de uma atenção maior, como: crianças cegas, com baixa visão, microcefalia e paralisia cerebral.

Segundo a coordenadora do CAEE, Érika Cardeal, Serra Talhada é pioneira na região com a elaboração dessas orientações para alunos com deficiência. Ela explica que apesar de todo o trabalho de planejamento para o retorno dos alunos com deficiência está sendo executado numa parceria entre secretarias estratégicas da gestão, os pais não serão obrigados a mandarem seus filhos para a escola no formato presencial.

“Nós entendemos o quanto essas deficiências precisam de uma atenção maior por vários fatores. Por isso, o nosso trabalho está voltado no sentido de garantir um retorno seguro para esses alunos que necessitam de um espaço que os acolha de maneira responsável e inclusiva, principalmente neste momento que estamos vivenciando”, afirmou.

Veja também:   Câmara aprova texto-base de projeto que regulamenta ensino domiciliar